sábado, 18 de novembro de 2017

ESTAMOS SENDO DEPENADOS E CALADOS.

NOTA POLÍTICA

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, close-up

"PARA ARRUMAR A CASA REVIRADA E SUPERAR A POBREZA É PRECISO DEPENAR O POVO" (AÉCIO NEVES)
"Enquanto fazemos a arrumação da casa revirada, é importante reconhecer que partimos agora de um patamar bem diferente, inédito. Uma nova consciência nacional nasceu nas ruas e decretou que não há mais espaço para o ufanismo populista, para gestões demagógicas de salvadores da pátria ou para quem se limita à administração diária da pobreza em vez de buscar a sua superação". O grilo falante quis induzir a quem estava lendo que essa "nova consciência nacional nascida das ruas" é a voz do povo, que não aceita mais que governos 'populistas' promovam programas sociais, como Bolsa-Família, aumento do salário mínimo acima da inflação, Minha Casa, Minha Vida, Ciência sem fronteiras, Pronatec, FIES etc.” e uma crítica escancarada à era petista. O carcamano quis dizer que 'para arrumar a casa revirada' e superar a pobreza é preciso depenar o povo. Profecia ou já estavam decididos que o povo teria que aceitar todas as maldades que estavam nas mentes golpistas lideradas pelo traidor da Constituição, o engalanado Michel Temer?
Não consigo acreditar que para entender a aberração dita pelo crápula do Aécio, tive que ler e reler na folha uol, no plantão brasil,no sindcomerciários, no deverdecasa.org e por aí, e apesar de ser uma nota antiga, ela é mais nova do que se imagina porque o que estamos sentindo é exatamente o que o arrogante Aécio disse naquele momento pós-impeachment, provocado por ele e seu partido PSDB.
ESTAMOS SENDO DEPENADOS E CALADOS.
Mas é susto em cima de susto e sou uma eterna pesquisadora de coisas deploráveis, justo para fazer comparações mórbidas como esta de meu artigo hoje, já que muitas vezes fico tão aturdida que nem consigo comentar de imediato e apenas depois de alguns dias vou atrás de minha coleção de aberrações como esta publicada no DIA DAS BRUXAS, tinha que ser nesse dia, pelo Estadão, quando esta família aí (tem a família Marinho Globo e a família Mesquita Estadão) resolveu publicar que é uma boa defender o govêrno Michel Temer.
Por favor, nem saiam do post agora e pelo menos leiam um pouquinho sem vomitar e para que o vômito seja parcelado, vou soltando frase por frase senão quem vai vomitar sou eu e nem vou poder terminar de repassar pra vocês e vou ficar na sofrência sozinha.
Frase 1 - "A oposição ao governo de Michel Temer costuma acusar o presidente de 'comprar' o apoio de partidos e parlamentares com verbas e cargos, já que, com baixa popularidade, não conseguiria governar de outra forma. Teria sido assim, segundo essa acusação, que Temer obteve os votos necessários na Câmara para escapar das denúncias de corrupção.”
Frase 2- "O custo da governança de Temer – isto é, o quanto o presidente precisa gastar, em verbas e cargos, para obter os votos necessários para aprovar os projetos de interesse do Executivo ou impedir ações da oposição – foi até aqui muito mais baixo do que o de Lula e de Dilma Rousseff.”
E por fim conclui que Temer é “mais eficiente” do que Dilma e Lula.
Bom, tô indo… volto amanhã
Maristela Farias – Jornalista DRT 1778/PE
Postar um comentário